78
A Falta do Abraço em Tempos de PANDEMIA

Em tempos de pandemia surge então a euforia
O isolamento o qual estamos vivendo
O medo de perder, sem ao menos entender
Entender que sim, é um momento difícil
Pessoas isoladas, em suas casas estão
Rotinas foram quebradas, és a nossa situação
Aquele abraço, a vontade de estar perto
Um Oi, um sorriso mais sincero
As máscaras cobrem nossos rostos
Não sinto mais aquele vento gostoso
O respirar sem ao menos pensar, contaminada não vou estar.
Mas saber que um dia tudo isso irá passar
E aquele abraço tão apertado em alguém eu quero dar.
E DIZER TUDO ESTAR BEM, POIS PERTO DE VOCÊ PARA SEMPRE QUERO ESTAR!

Outras Poesias

Utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais sobre o uso de cookies, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa política.