55
Contemplação

Quantos anos apenas passamos pela vida
Quantos anos fazemos o mesmo trajeto
Quantos caminhos cruzam nossos destinos
Quanto não percebemos a beleza e o afeto.

Como é belo o dom da vida
Olhar para as águas das cachoeiras e pedras de um riacho
Olhar as pedreiras de uma furna
E deixar de ser pra vida apenas um capacho.

O mundo tão cheio de cores
E abraços que oferecem calores
Dentro dele milhões de sabores
E Infinidades de flores

Mais belo que tudo isso é contemplar
Contemplar um por do sol
Contemplar o balançar das árvores
Contemplar o reflexo da lua e das estrelas no céu
Contemplar a vida e não somente passar por ela.

Outras Poesias

Utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais sobre o uso de cookies, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa política.