68
Desvende-se

DESVENDE-SE

Sinta a vida
Veja o mundo
Desvende-se
Encontre o que te faz sentir
Deseje o que te faz sentido
Mesmo que seja invertido
Se desvende
E sem a venda
Veja por si mesmo
Sejam os amores
Sejam os medos
Seja a vida
E os seus devaneios
Desvende o visível
O invisível
O ignorado
E aquilo que para muitos nem tem sentido
Crie os seus sentidos e seus caminhos
Seja a Sua Própria Vida

Para que ao
Se Desvendar
Desvende-se

Outras Poesias

Utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais sobre o uso de cookies, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa política.