46
Mudanças

Nossa planos que eram prioridade
Tornam-se motivo de frustração
O mundo que um dia viemos a conhecer
Desaparece em meio ao caos
Jamais seremos os mesmos
E tampouco parecidos
A humanidade grita
Pede socorro
Sem esperança, sem amor
Sentindo medo e muita dor
Um vírus de desamor se instala
Sob uma nação desamparada
A cura o que seria?
Amor? Empatia?
O governo se vangloria do mal que se estendia
A população implora por vida lá fora
A humanidade não queria, implorou pra não acontecer
Mas a mudança veio
E veio pra permanecer.

Outras Poesias

Utilizamos cookies para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais sobre o uso de cookies, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando em nosso site, você concorda com a nossa política.